sábado, dezembro 24, 2011

Procuram-se fatos de mergulho polivalentes

Chegámos ontem, percorremos estradas parcialmente desconhecidas. Entrelaçámo-nos durante o caminho, também resmungámos e desencontrámo-nos. Assusta seguir pela estrada sem saber bem o caminho... A mim, curiosamente, sempre me tranquilizou saber que o ponto de chegada seria um lugar que pudesse servir de referência para novas viagens... Mas, na verdade, na viagem das nossas vidas, raramente e, cada vez mais, sabemos de antemão os pontos de chegada, conferindo ao avanço pela estrada fora, um compromisso de dar mergulho após mergulho ora num lago tranquilo, ora num mar agitado. Talvez, se a sorte bafejar, consigamos encontrar belos lugares escondidos da superfície de todas as coisas.
Até lá, desfrutemos do Natal.