terça-feira, julho 21, 2009

Vende-se caixinha de ódios

Venho por este meio anunciar a disponibilidade de venda imediata de caixinha de ódios. Já é considerada uma antiguidade.
Construída em madeiras nobres trabalhadas ao longo de vários anos, tem o tamanho de 10 X 20, mas aumenta exponencialmente, quando o seu o conteúdo é reavivado.
A mesma torna-se maior em caso de: indução de culpa, rejeição, abandono, sentimento de traição e de desqualificação. Bonito objecto de decoração, embora às vezes não se enquadre com os restantes elementos decorativos.
Vende-se barato.

quarta-feira, julho 15, 2009

Afunilamentos da psique que habitam cá dentro, como cristais pontiagudos que me inquietam e, que, acabam por não me caber na cabeça.
Cabeçudo quanto baste, mas parece que já não basta.
A terra treme. E eu, confesso, sempre tive medo de terramotos.
Paletes de sonho desfeitos, sobretudo nos corpos desencontrados na ausência quotidiana. Não está cá o teu sorriso.